Ir para o conteúdo

Inflamação Ocular

Uveíte é a inflamação da úvea (íris, corpo ciliar e coroideia). No entanto, o termo é utilizado para descrever as doenças que afetam não só a úvea como as estruturas adjacentes (vítreo, retina, nervo ótico e vasos). 

Habitualmente afeta indivíduos entre os 20-60 anos, mas pode ocorrer em qualquer idade, incluindo crianças. Apesar de não ser frequente, é uma causa comum de perda permanente de visão nos países desenvolvidos. 

As causas da reação inflamatória ocular podem ser: doenças do foro autoimune, infeciosas, inflamatórias primariamente oculares, neoplásicas e nalguns casos não se consegue identificar uma causa.

Dado ser por vezes difícil diagnosticar e tratar casos de uveíte, estes doentes devem ser seguidos por médicos diferenciados para assegurar um diagnóstico correto e cuidado ideal.

Os tratamentos de uveítes graves não infeciosas podem ser complexos, crónicos e muitas vezes requerem imunossupressão oral ou tratamento biológico com anticorpos monoclonais. 

Uveítes graves e crónicas frequentemente levam a complicações como catarata, glaucoma ou edema da retina, que serão resolvidas com cirurgia se necessário.

A abordagem é multidisciplinar e o tratamento personalizado para estabilizar a doença e preservar a visão. Temos apoio da Medicina Interna no nosso hospital e trabalhamos com uma série de especialidades nas diferentes áreas necessárias para colmatar as necessidades do doente.

Existe também um protocolo de cooperação entre o IOGP e o Instituto Português de Reumatologia com o objetivo de melhoria da qualidade dos serviços prestados aos respetivos utentes, além da colaboração na formação e investigação nas áreas de Inflamação Ocular e Reumatologia.

A uveíte é muitas vezes uma doença recorrente e por isso requer um seguimento prolongado. Deverá consultar o seu oftalmologista logo aos primeiros sinais de recorrência, isto fará com que o tratamento seja mais fácil e a resolução mais rápida.

Neste Departamento seguimos doença inflamatória ocular aguda e crónica e tratamos os casos complexos. Temos o know-how para o tratamento médico-cirúrgico dos doentes com estas patologias, incluindo crianças. O seu cuidado inclui educação sobre a sua condição. Nos casos de baixa visão terá também acesso ao programa de reabilitação de subvisão, que oferece ferramentas para ajudá-lo a maximizar a sua qualidade de vida.

Além desta vertente assistencial, temos intervenção na formação pré-graduada e Internato de Oftalmologia e atividade científica com participação em múltiplas reuniões tanto em Portugal como no Estrangeiro.

Atualizado a 28-09-2020
Voltar
elit. risus nunc leo. venenatis, id, odio